Vietname

Fonte: SAPO Saber, a enciclopédia portuguesa livre.

(Redirecionado de Vietnam)
Cuidado: Este artigo ou secção não cita as suas fontes ou referências, em desacordo com a política de verificabilidade.
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes no corpo do texto ou em notas de rodapé.
Cộng Hòa Xã Hội Chủ Nghĩa Việt Nam
República Socialista do Vietname / Vietnã
Bandeira do Vietname / Vietnã
Brasão do Vietname / Vietnã
Bandeira Brasão de Armas
Lema: Ðộc lập, tự do, hạnh phúc
("Independência, liberdade, felicidade")
Hino nacional: Tien Quan Ca
("As tropas estão a avançar")
Gentílico: Vietnamita;
vietnamês;
vietnamense;
vietnamiano

Localização do Vietname / Vietnã

Capital Hanói
21º2'N 105º51'L
Cidade mais populosa Cidade de Ho Chi Minh
Língua oficial Vietnamita
Governo Comunista de partido único
 - Presidente Nguyen Minh Triet
 - Primeiro Ministro Nguyen Tan Dung
Independência Da França 
 - Declarada 2 de setembro de 1945 
 - Reconhecida 21 de Julho de 1954 
Área  
 - Total 331,689 km² (65º)
 - Água (%) 1.3
População  
 - Estimativa de 2005 84,238,000 hab. (12º)
 - Censo 1999 76,323,173
 - Densidade 253 hab./km² (46º)
PIB (base PPC) Estimativa de 2005
 - Total US$251.8 bilhões USD (36º)
 - Per capita US$3,000 USD (123º)
Indicadores sociais
 - IDH (2007) 0.733 (105º) – médio
 - Esper. de vida 70,61 anos (127º)
 - Mort. infantil 25,95/mil nasc. (93º)
Moeda Dong (VND)
Fuso horário (UTC+7)
 - Verão (DST) (UTC+7)
Org. internacionais ASEAN, ONU (FMI, OMS)
Cód. ISO VNM
Cód. Internet .vn
Cód. telef. +84
Website governamental www.vietnam.gov.vn


O Vietname (português europeu) ou Vietnã (português brasileiro) ou, oficialmente, República Socialista do Vietname / Vietnã, é um país asiático, localizado na Indochina, e limitado a norte pela China, a leste e a sul pelo Mar da China Meridional, e a oeste pelo Golfo da Tailândia, pelo Camboja e pelo Laos. A capital do país é Hanói.

Índice

[editar] História

Ver artigo principal: História do Vietname

[[Ficheiro:Hoi An Japanische Brücke.jpg|thumb|150px|left|Hoi An, Vietnã]]

A história do Vietname está documentada há mais de 2500 anos. Durante mil anos, esta região foi dominada por sucessivas dinastias do império chinês, mas obteve a independência em 938 e estabeleceu a dinastia Ngô. O período dinástico terminou no século XIX, quando o país foi colonizado pela França em 1858. Durante a Segunda Guerra Mundial, com a derrota da França na primeira fase da Guerra, o Vietname foi ocupado pelo Japão e estabeleceram no trono o Imperador Bao Dai. Quando a guerra terminou, a França tentou restabelecer o controle, mas não conseguiu. Os franceses foram derrotados na Batalha de Dien Bien Phu, após oito anos de luta armada, comandada por Giap em 1954 na primeira guerra da Indochina, mesmo com ajuda dos EUA, mas na Conferência de Genebra o Vietname foi dividido em dois países separados, conhecidos como Vietname do Norte e Vietname do Sul. Durante a Guerra Fria, o norte comunista tinha o apoio da China e da União Soviética, enquanto o sul anti-comunista era “apoiado” pelos EUA, o que deu lugar à Guerra do Vietname, em que os americanos foram obrigados a abandonar em Março de 1973; a cidade de Saigão que foi tomada pelo Vietcong - frente de libertação do sul em Abril de 1975 [1].

Em Julho de 1976, a República do Vietname do Sul e a República Democrática do Vietname (Vietname do Norte) uniram-se na República Socialista do Vietname.

[editar] Política

Ver artigo principal: Política do Vietname

Actualmente o Vietname é um país comunista. O sistema político é único partido (o partido comunista do Vietname) com o objectivo:O partido líder, o estado administra e o povo é dono através o poder é Assembleia do Vietname. De facto, até agora os representantes são membros de Assembleia ocupando 90% para cima. Os líderes do governo e de Assembleia são os antigos membros de partido e são apresentados pelo Bureau político do partido comunista do vietname. Segundo o Artigo 4 da Consitutuição Vietnamita, o Partido Comunista do Vietname é o único partido liderado. O líder do Partido Comunista do Vietname é um Secretário Geral que é o Senhor Nong Duc Manh.

[editar] Subdivisões

Ver artigo principal: Subdivisões do Vietname

[editar] Geografía

Ver artigo principal: Geografia do Vietname

thumb|200px|left|Ho Chí Minh

O Vietname é um país longo e estreito que ocupa a costa oriental da península da Indochina, sobre o Golfo de Tonkin e o Mar da China e tem uma área de cerca de 331.688 quilômetros quadrados. O clima de monções é quente e chuvoso. Predominam as florestas tropicais e a rede hidrográfica é muito rica. A parte norte é mais elevada. Há dois deltas importantes, o do Rio Song Koi, ao norte e do Rio Mekong, ao sul. A agricultura ocupa a maioria da população, sendo o arroz o principal produto. O norte do país é rico em antracito, linhito, carvão, minério de ferro, manganês, bauxita e titânio.

[editar] Economia

[[Ficheiro:Halong4.jpg|thumb|left|Baía de Ha Long.]]

Ver artigo principal: Economia do Vietname

Entre os países do Sudeste Asiático, foi o Vietnã quem seguramente atingiu a independência política com maiores dificuldades e com altos custos sociais e ambientais. A região a norte do paralelo 17 obteve a independência da França em 1954 e organizou-se como República Democrática. O novo regime exerceu imediatamente um controle direto sobre a economia, nacionalizando as empresas industriais estrangeiras e implantando outras, especialmente nos sectores de base; nos campos, depois das expropriações dos latifúndios e das grandes propriedades, formaram-se primeiro cooperativas e, depois, empresas agrícolas estatais. A seguir, a República empreendeu, graças às ajudas soviéticas, uma guerra para alcançar a reunificação das províncias do Sul, ainda colónia francesa. Depois da derrota da França, os EUA, determinados a impedir o avanço do comunismo, envolveram-se cada vez mais no conflito e, a partir de 1965, intensificaram a sua presença no país (fala-se de cerca de meio milhão de soldados no pico máximo da presença bélica, entre homens do exército governamental e forças norte-americanas).

[editar] A reunificação política

A guerra terminou com a vitória do Norte e com a reunificação dos dois territórios, em 1976. Completado o processo de reunificação, nasceu a República Socialista do Vietnam com posições pró-soviéticas. Todavia, as consequências do conflito foram gravíssimas: os intensos bombardeamentos norte-americanos tinham destruído cerca de 70% das instalações industriais do Norte, tornado impraticáveis quase todas as vias de comunicação e queimado com bombas químicas vastas extensões de floresta (recordar em particular, sobre as devastadoras consequências do uso do napalm, uma mistura de sais alumínicos e ácidos orgânicos, usada na indústria bélica para a fabricação de bombas, precisamente pelo seu alto poder incendiário).

De uma maneira geral, as operações militares tinham tirado mão-de-obra às actividades industriais, causando assim a interrupção de todos os investimentos profundos do Norte; haviam impedido as actividades agrícolas no Sul; limitado fortemente em todo o país a pesca do mar alto que, pela enorme extensão das costas vietnamitas e pela densidade demográfica ao longo da faixa litoral, se reveste de cada vez de maior importância na economia vietnamita (lembremo-nos que é da da fermentação do pescado que se extrai o nuocman, o famoso condimento da cozinha local).

Essas problemáticas tiveram de ser imediatamente enfrentadas já na primeira fase da reconstrução, procurando uma resposta para ela, através de política de plano, em linha com os princípios ideológicos do socialismo e com o modelo de desenvolvimento já adoptado nos países comunistas. Contudo, passados quase trinta anos, a República ainda tem de resolver problemas importantes, entre os quais - e não é certamente o último - se encontra o da integração de duas estruturas económicas , hoje profundamente diferentes uma da outra; trata-se de um problema que evoca o outro, ainda mais complexo, da reunificação social e cultural de populações que continuamente divididas durante muito tempo, portanto com expressões de modos de vida opostos.

[[Ficheiro:Hue gate.jpg|thumb|275px|Templo em Huế,Vietnã.]]

Na realidade, as duas estruturas económicas antes da forçada divisão política apresentavam uma unidade de fundo relacionada, por um lado, com a matriz rural comum de toda a região vietnamita e não só e, por outro, com a própria história colonial do país, porque a presença francesa teve muito mais influência no Sul; aliás, na então Saigão, sede administrativa, foi-se formando uma classe dirigente corrupta e abertamente subordinada aos interesses estrangeiros _ primeiro franceses, depois, americanos -, cujo comportamento económico teve importantes reflexos territoriais.

As diferenças regionais condicionaram claramente as orientações da política empreendida pelo Governo, no momento da formação da nova República. Além de uma série de procedimentos organizacionais, como a modificação do aparelho administrativo do país - reestruturado e readaptado muitas vezes após a reunificação, de modo que, das 40 províncias existentes em 1957, se chegou às 60 actuais -, as políticas adoptadas previam no campo económico uma certa margem de liberdade à iniciativa privada nas regiões meridionais, onde se reconhecia o direito de propriedade sobre pequenas superfícies cultivadas, quando no resto do país prevaleciam já há algum tempo formas de gestão cooperativa.

Pelo contrário, o Estado controlava em todo o território os serviços fundamentais e as actividades financeiras e comerciais. Também se pôs em marcha, como veremos, um processo de abertura gradual aos capitais estrangeiros para estimular o desenvolvimento industrial em todo o país, com o qual se preparou, aliás, uma ulterior potenciação da indústria pesada; mais recentemente, para favorecer o incremento da produtividade, introduziram-se incentivos para a superação das quotas de produção, que já tinham sido previstas pelo plano económico.

[editar] A agricultura

Pelo menos até finais da segunda metade dos anos oitenta, o desenvolvimento económico aconteceu nesta base, fazendo registar um crescimento constante, mas sem acelerações especiais. Nos campos, disponibilizaram-se globalmente 500 000 hectares de terras abandonadas ou danificadas pela guerra; arrotearam-se mais de um milhão de novas terras; introduziram-se maquinarias e fertilizantes.

A agricultura, já amplamente colectivizada, conseguiu superar as dificuldades subsequentes à guerra e alcançar resultados bastante positivos; a produção de arroz, distribuída por cerca de 90% das terras cultivadas, mostrou um crescimento notabilíssimo, a ponto que, pela primeira vez, o Vietname - um país eminentemente agrícola tal como outros estados da península da Indochina - se ter tornado auto-suficiente quanto ao consumo interno de arroz, de que é também exportador (5º produtor mundial).

Deve-se, na verdade, realçar que os produtores agrícolas independentes são excluídos dos benefícios directos do crescimento das exportações, porque a rede de comercialização interna e internacional ainda é controlada pelas empresas agrícolas públicas, que compram a um preço mais baixo que o mercado internacional os produtos destinados ao consumo externo. Além da orizicultura, estão em expansão as culturas do milho, batata-doce, mandioca, hortaliças, fruta (ananás e citrinos), cana-de-açúcar, borracha, chá, café (de que é o 2º produtor mundial depois do Brasil).

Apesar disto, as produções nacionais, sobretudo relativamente às carnes, ainda não cobrem as necessidades nacionais. É bastante mais visível a repartição das produções à escala regional: no Norte, além do arroz - de que no Tonquim se obtêm duas colheitas por ano.

[editar] Demografia

Ver artigo principal: Demografia do Vietname

[editar] Cultura

Ver artigo principal: Cultura do Vietname
Feriados
Data Nome em português Nome local Observações

O Vietname tem a cultura diversa e rica por causa da mistura harmoniosa dos 54 grupos étnicos existido no mesmo território. Além disso, a cultura Vietnamita também tem alguns factores da cristalização mista entre a cultura Chinesa e Indiana.

[editar] Ver também

[editar] Notas e Referências

  1. CIA The World Factbook - Vietnam. Página visitada em 8 de Abril de 2009.

[editar] Ligações externas

[editar] Governo

" style="vertical-align:middle; padding-left:7px; width:0%;">}}}}

<td rowspan="{{#expr:1 +1 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0" style="vertical-align:middle; padding-left:7px; width:0%;">Ásia}}}}

<td rowspan="{{#expr:1 +1 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0" style="vertical-align:middle; padding-left:7px; width:0%;">Localização dos membros da Organização Internacional da Francofonia}}}}

<td rowspan="{{#expr:1 +1 +1 +1 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0 +0" style="vertical-align:middle; padding-left:7px; width:0%;">

Flag

}}}}

arz:فييتنامbcl:Bietnambe-x-old:Віетнамcrh:Vyetnamdsb:Vietnamgan:越南hak:Ye̍t-nàmhif:Vietnamsah:Вьетнамszl:Wjetnam

Ferramentas pessoais
Outras línguas